terça-feira, 27 de setembro de 2011

Doença de Lyme e autismo

| Eric Harryman | FOX40 News | 26/9/2011 |

Sacramento, California


Mary começou a apresentar os sintomas de autismo aos dois anos de idade. Apresentando problemas digestivos, infecções de pele e outros problemas de saúde, ela vivia sentindo dores, o que a levava a se morder, chorar, gemer e bater na cabeça. Durante dezessete anos, seus pais procuraram tratamento para ela.

Quando seus pais a levaram para uma consulta com o Dr. Lynn Mielke, especialista em autismo que lançou um olhar mais amplo sobre a saúde da moça, muita coisa mudou. ele solicitou um teste para a doença de Lyme para Tina, a mãe de Mary. Quando o resultado se mostrou positivo, ele solicitou um exame também para a filha e constatou que era um caso de Lyme congênita. Tina se lembrou, então, que encontrara dois carrapatos em sua pele, pouco antes de engravidar, mas nuca deu importância ao fato, nem o associou a seus próprios problemas de saúde, ou aos da filha.

A doença de Lyme é uma infecção pela bactéria espiroqueta Borrelia burgdorferi, transmitida pela picada de um carrapato infectado. Caracteriza-se por erupção cutânea, sintomas parecidos com gripe nos estágios iniciais e, depois, manifestações artríticas, neurológicas, psiquiátricas e cardíacas. Sua causa só foi descoberta em 1977 na região de Lyme, connecticut, EUA.

O Dr. Mielke afirma que Mary contraiu Lyme da mãe durante a gravidez e acredita que a doença teve um papel fundamental no desenvolvimento do autismo. E sua mãe afirma que, com o tratamento, muitos dos sintomas de autismo da garota vieram a desaparecer.

O médico diz que tem tratado pacientes diagnosticados como autistas que, após serem tratados de Lyme, melhoram tanto que se pode dizer terem deixado de ser autistas.

Fonte:

Treating Lyme induced autism (com vídeo)

http://www.fox40.com/news/headlines/ktxl-treating-lyme-induced-autism-20110926,0,3201075.story

Veja também:
Doença de Lyme no Brasil ou Borreliose brasileira
http://www.invivo.fiocruz.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=745&sid=8


Respeite este trabalho. Se for republicar algum texto, cite-nos como sua fonte e coloque um link: http://cronicaautista.blogspot.com/

Nenhum comentário: